quarta-feira, junho 01, 2016

CHEGA DE POESIA...




EM TODAS AS RUAS TE ENCONTRO


Em todas as ruas te encontro
em todas as ruas te perco
conheço tão bem o teu corpo
sonhei tanto a tua figura
que é de olhos fechados que eu ando
a limitar a tua altura
e bebo a água e sorvo o ar
que te atravessou a cintura
tanto tão perto tão real
que o meu corpo se transfigura
e toca o seu próprio elemento
num corpo que já não é seu
num rio que desapareceu
onde um braço teu me procura

Em todas as ruas te encontro
em todas as ruas te perco


MÁRIO CESARINY,
in "Pena CapitaL”





2 comentários:

artista sem pena disse...

Muito legal!
Parabens pela postagem!

M.H. R.M. disse...

Obrigada, amigo Artista Sem Pena.
Abraço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...