sexta-feira, janeiro 28, 2011

JORGE VI DE INGLATERRA - A sua Vida - O seu Discurso


Jorge VI do Reino Unido (nascido Albert Frederick Arthur George, 14 De Dezembro 1895-6 de Fevereiro 1952) foi o terceiro membro da Casa de Windsor a assumir o trono do Reino Unido. Foi rei entre 1936 e 1952, ano em que faleceu, sendo sucedido no trono por sua filha Elizabeth. Foi ainda o último Imperador da Índia até 1947. Era filho do rei George V do Reino Unido e da princesa Maria de Teck.

Jorge VI até então Duque de York, subiu ao trono após a abdicação de seu irmão mais velho Eduardo VIII, que havia abdicado do trono em favor da sua relação e mais tarde casamento, com Wallis Simpson, casada e divorciada por várias vezes.
Jorge VI

Perante estas circunstâncias e sendo agora o primeiro na linha de sucessão ao trono, após a morte do seu avô, do seu pai e da abdicação de seu irmão mais velho Eduardo VIII, e com alguma relutância acompanhada de certa mágoa, tornou-se  rei Jorge VI do Reino Unido, título que assumiu para salientar a continuidade com o pai e restaurar a confiança na monarquia.

Cerca de um dia após a sua ascensão ao trono, aderiu ao Ato Constitucional de 1936 do Oireachtas, que revogava todos os poderes do monarca britânico no território da Irlanda.
Jorge VI  e sua mulher, Elizabeth Bowes-Lyon

No início do seu reinado, o seu primeiro acto como rei  foi  conceder ao seu irmão o título de Sua Alteza Real o Duque de Windsor, mas a carta-patente de criação do ducado impediu qualquer mulher ou filhos de possur títulos e tratamentos reais.

Enquanto jovem e mesmo já adulto, Albert sofreu de problemas de saúde relacionados com o seu lado emocional. Os seus pais eram geralmente um tanto distantes da sua educação e quotidiano. Aprendeu a escrever com a mão direita embora fosse naturalmente canhoto, e como consequência desenvolveu uma gaguez contínua durante muitos anos. Albert também sofria de problemas estomacais gravíssimos.
Jorge VI e sua mulher, durante
uma visita ao Canadá

Casou-se, em 1932, com Lady Elizabeth Bowes-Lyon e tiveram duas filhas: a actual Rainha Eizabeth II e a Princesa Margaret. A tensão da II Guerra Mundial afectou de sobremaneira o seu já delicado estado de saúde, uma vez que já havia sido dignosticado, ao monarca, um cancro no pulmão, arteriosclerose, entre outras doenças.

Veio a falecer em 6 de Fevereiro de 1952, durante uma visita ao Quénia de sua filha mais velha Isabel, já casada com o actual Duque de Edimburgo, antecipando-se assim o regresso do futuro casal real. Os seus restos mortais encontram-se no Castelo de Windsor, lado a lado com os da sua viúva, a rainha-mãe Elizabeth Bowes-Lyon, e de sua filha, a Princesa Margaret.

A história da vida do rei Jorge VI deu origem, recentemente, ao já tão falado e apreciado filme " Discurso do Rei", que foca prioritariamente os problemas devidos ao delicado estado saúde de Jorge VI  e a maneira como como o monarca os soube enfrentar.
Anúncio do filme " Discurso do Rei"



Um filme que ninguém queria financiar inicialmente, apresenta-se hoje como um dos principais candidatos favoritos aos Óscares de Hollywood, com 12 nomeações, acrescidas da conquista do Globo de Ouro de Melhor Actor Dramático, atribuído pelo Sindicato de Produtores, ao actor Colin Firth.


Esperemos que ganhe o melhor, mas fazemos votos para que o "Discurso do Rei" não deixe de ser distinguido e premiado como merece.









3 comentários:

peonia disse...

Estou muito curiosa por ver o filme! Afinal, trata-se da História recente, não é?

Maria Haydée Nogueira disse...

Com certeza, a História é intemporal!
Beijinhos,Peonia.

Anónimo disse...

O filme e simplesmente espantoso ,o desempenho dos actores principais genial,creio que ira ganhar varios premio

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...