sábado, janeiro 01, 2011

ANOREXIA - Morte de Isabelle Caro (1982-2010)






Esta mensagem além de ser um derradeiro tributo, pela morte da modelo francesa Isabelle Caro, vítima de anorexia, tem como intenção principal chamar a nossa atenção, pais e avós, para esta doença do foro psicológico, que ameaça grande parte da juventude e não só, em todo o mundo. Procurarei não colocar imagens demasiado chocantes, mas infelizmente não posso evitar a realidade que elas transmitem. Os novos tempos e as tendências para o culto excessivo da imagem imposta pelas diversas modas, parecem ser uma das causas principais da sua disseminação na sociedade em que vivemos.

Foto da campanha "Não Anorexia"
Modelo e actriz francesa, Isabelle Caro tornou-se conhecida depois de aparecer numa campanha publicitária polémica "Não Anorexia", na qual Caro expôs o seu corpo devastado pela doença, com o esqueleto e ossos faciais salientes. As imagens, do fotógrafo italiano Oliviero Toscani, foram, em 2007, estampadas nos jornais e outdoors com a manchete "Não Anorexia".


Isabelle Caro
Isabelle sofria de uma anorexia nervosa desde os 13 anos. A sua anorexia foi, segundo ela, devida a uma infância conturbada. Com uma altura de 1,65 metros, pesou 25 kgs, e o seu mais recente peso foi de 33kg.  Internada pela primeira vez aos 20 anos, conseguiu sobreviver ao coma em que entrou. A partir daí, Isabelle, na companhia de dois dos seus melhores amigos, Jessica Simpson e Ken Pavés, viajou por todo o mundo, para explorar o sentido da verdadeira beleza.


Estudou o problema da extrema magreza das modelos em geral e alertou as outras raparigas para o seu problema, numa campanha que levou os seus amigos a afirmarem: "O que tu estás agora a fazer, torna-te mais bonita e esperamos que as mulheres de todo o mundo percebam o quão feia a magreza se pode tornar".


Caro faleceu em 17 de Novembro de 2010, aos 28 anos de idade, depois de duas semanas de internamento hospitalar. Embora se apontassem diversas doenças, a causa da sua morte permanece desconhecida. A família só informou o seu óbito à imprensa em 29 de Dezembro de 2010.









2 comentários:

peonia disse...

Gostei do registo deste caso de anorexia que tanta celeuma provocou. Impressionante o testemunho de uma vida que quis salvar outras em idêntica situação...

Maria Haydée Nogueira disse...

Obrigada, Peonia. Beijinhos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...