segunda-feira, outubro 25, 2010

ELEVADOR DA GLÓRIA - Lisboa do século XIX (Parte I)

Dos quatro temáticos elevadores ainda existentes na cidade de Lisboa, Bica, Santa Justa, do Lavra, o elevador da Glória fez ontem 125 anos de existência.
A sua construção foi encomendada ao engenheiro português Raoul Ponsard e inaugurou-se em 24 de Outubro de 1885, ainda no século XIX.

Situado em plena Praça dos Restauradores, ao lado do Palácio Foz, faz o percurso Baixa - Bairro Alto, contribuindo largamente para a animação da vida nocturna desta zona da cidade, pela hora tardia em que termina o seu funcionamento.
Este pequeno trajecto de 265 metros, mantém-se inalterável, desde o primeiro dia da inauguração deste elevador. Começou por funcionar com depósitos de água que, graviticamente, faziam descer um ascensor e subir o outro.
Depois foi movido a vapor e a partir de 1914, passou a deslocar-se electricamente. Dentro da cabine e até finais do século XIX, a iluminação era feita com velas, durante as viagens nocturnas, e usualmente as duas portas eram munidas de cancelas pantográficas.

Desde Fevereiro de 2002, o elevador está classificado como monumento nacional. Constitui um polo de grande interesse turístico, quer pelas magníficas vistas que proporciona, do centro de Lisboa, Castelo de S.Jorge e Jardim de S.Pedro de Alcântara, em cuja Rua se situa o Instituto do Vinho do Porto, quer pelo facto de presentemente ser conduzido por uma mulher.

Embora não sendo o elevador de construção arquitectónica mais bela, é de longe o mais movimentado e visitado pelos turistas, constituindo-se em mais uma curiosa referência da nossa linda Lisboa.


5 comentários:

Teresa disse...

Muitas recordações me traz este elevador ! Fiz o meu 1º ano na antiga Faculdade de Ciências (R. da Escola Politécnica) e, à hora do almoço, vinha com duas amigas/colegas de curso (que também eram de L.M.)até à baixa. Só que nós descíamos e subíamos pelas escadinhas laterais ao elevador ... Outros tempos !

Maria Haydée Nogueira disse...

Já então se faziam as "comprinhas" do costume, na Baixa!
Ainda bem que lhe pude proporcionar boas recordações, Teresa.Bjs e obrigada.

Anónimo disse...

Sempre original e actual o seu Blog. Também para mim o elevador da Glória é especial. Muitas vezes o utilizei para ir à Igreja de S. Roques, à Academia das Ciências, ao Hospital de Jesus e ao Hospital de S.Luís. Memórias diferentes em momentos distintos da vida...
Um abraço

peonia disse...

Muito interessante o seu Blog. Este Elevador desperta-me memórias de espaços em outros tempos: Igreja de S. Roque, Academia das Ciências, Hospital de Jesus, ospital de S. Luís.
Sim, porque as idas aos Fados eram de carro!!!
Um abraço

Maria Haydée Nogueira disse...

A Peonia e Anónimo, agradeço os vossos simpáticos comentários.
Obrigada.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...