sábado, maio 14, 2016

À NOITINHA, COM MIA COUTO: "A CONFISSÃO DA LEOA"











O que sucedeu, na verdade, é que, com o Sol, assim soberano e imenso, tinha nascido o Dia. 

A Noite só se atrevia a aproximar-se quando o Sol, cansado, se ia deitar. 

Com o Dia, os homens esqueceram-se dos tempos infinitos em que todas as estrelas brilhavam de igual felicidade. 

E esqueceram a lição da Noite que sempre tinha sido rainha sem nunca ter que reinar.”


MIA COUTO,
in “A confissão da leoa”











1 comentário:

Ana Nunes da mata maio Ribeir disse...

Muito bonito...gostei!! Boa noite!! Abraço!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...