segunda-feira, janeiro 28, 2013

O BRASIL ESTÁ DE LUTO - Tragédia no país irmão...














Eram duas e meia da madrugada de domingo quando as chamas começaram na discoteca Kiss, na cidade universitária de Santa Maria, no estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Segundo as testemunhas, o vocalista de uma das bandas que atuava ao vivo ativou um engenho pirotécnico. As faíscas atingiram o teto.



De acordo com o jornal Zero Hora, em três minutos as chamas invadiram todo o recinto, provocando o pânico entre os jovens — 500, segundo alguns relatos, entre mil e 2000 de acordo com o Estado de São Paulo — que tentavam escapar pela única porta aberta. Até ao momento, confirmam-se 233 pessoas, mais de cem ficaram feridas.




A maioria dos jovens que estavam na discoteca, com idades entre os 16 e os 20 anos, eram universitários das faculdades de Agronomia, Pedagogia, Veterinária e Zootecnia de Santa Maria, e participavam numa festa. Eram comuns as festas universitárias neste local, que fica num bairro de classe média da cidade.

A polícia está a investigar se as portas foram abertas como deveriam e se os extintores funcionaram. Há testemunhos de que as portas não estavam totalmente abertas na altura em que o incêndio começou a espalhar-se e que, por isso, muitos jovens teriam procurado fugir para as casas-de-banho, onde morreram asfixiados ou esmagados.




Ao início da tarde deste domingo, familiares e amigos das vítimas formavam uma fila de meio quilómetro em frente ao centro desportivo de Santa Maria, para onde os corpos foram levados para identificação. O ginásio foi cercado pela Brigada Militar para evitar tumultos. Até à tarde, tinham sido identificados 115 corpos. Os telemóveis das vítimas e documentos de identidade foram deixados em cima dos corpos para ajudar à respetiva identificação.

A Presidente Dilma Roussef antecipou a viagem de regresso do Chile, onde participava na cimeira dos países latino-americanos com a União Europeia, e esteve num dos hospitais que recebeu feridos. Dilma Rousseff convocou todos os ministros para ajudar no que for necessário e enviou uma equipa de especialistas forenses para Santa Maria. Antes de sair do Chile, fez uma declaração comovida em que disse que o país está unido na dor deste momento.



Bento XVI enviou hoje  uma mensagem de condolências ao arcebispo da arquidiocese brasileira de Santa Maria, mostrando-se “consternado” pelo acidente que este domingo vitimou pelo menos 230 pessoas no incêndio que destruiu a discoteca “Kiss”, desta cidade.

“Consternado pela trágica morte de centenas de jovens num incêndio em Santa Maria, o Sumo Pontífice pede a vossa excelência que transmita às famílias das vítimas as suas condolências e a sua participação na dor de todos os enlutados”, assinala o telegrama enviado a D. Hélio Rupert pelo secretário de Estado do Vaticano, cardeal Tarcisio Bertone.



Testemunhas ouvidas pela imprensa referem que o fogo começou no teto da discoteca, depois de ter sido atingido por faíscas de dispositivos pirotécnicos usados por uma banda de música.
A avaria nos extintores e o facto de os seguranças terem, inicialmente, impedido a saída das 1500 pessoas que os bombeiros calculam estar no interior da discoteca, contribuíram para aumentar o número de mortos, sobretudo jovens, segundo o relato das diversas testemunhas




Portugal e o povo português partilham este luto.







2 comentários:

Claudia disse...

O Brasil agradece pela solidariedade, os noticiários relatam histórias muito tristes de pais que perderam mais de um filho na tragédia, a maioria universitários. Esperamos que o Brasil seja mais enérgico nas fiscalizações.
Um grande abraço!

M.H. R.M. disse...

Portugal viveu esta tragédia com grande mágoa. A comunicação social trouxe-nos relatos de cenas tragicamente impressionantes.Aí, como aqui, além da vigilância, urge "mão pesada" para os infratores.
Beijo e abraço muito sentido.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...