segunda-feira, fevereiro 27, 2017

PELA NOITE,COM VÍTOR COSTEIRA: "SE EU TE OFERECER UMA FLOR..."




SE EU TE OFERECER UMA FLOR...


Se eu te oferecer uma flor
vais fingir que não sentes a dor
que deveras sentes
e sorris para mim
como se fosse a primeira vez
que me vês,
como se o teu olhar
se deixasse enfeitiçar,
não por mim,
nem pelo meu canino olhar,
mas sim e tão-só pela flor…?

Vais passar a mão pelo cabelo,
num gesto tão descuidado
quanto nervoso e belo,
despenteando o penteado,
e vendo-me como um príncipe formoso,
aquele que apenas existiu
nas promessas que nunca cumpriu,
nos sonhos que inventou
e onde apenas um de nós se fez voo…?

Vais rodar distraída os anéis
e fazer de conta
que contas as contas do teu colar,
enquanto desfias amarguras
nas frias e marciais ternuras
que habitam os teus frios dias
e que desafias a serem melodias
num drama de não merecias…?

O que vais tu fazer?
Que palavras não me vais dizer?
Com que indiferença me vais bater?
Com que raiva, com que ardor
tu me vais receber
se eu te oferecer uma flor?

Faz um último favor…
Com uma das mãos, diz-me adeus
e recebe a flor, com a outra mão,
aceitando o gesto com o resto do teu amor
e entende-o como um pedido de perdão,
se eu um dia te oferecer uma flor…


VITOR.C,
in "Sou teu"







3 comentários:

Maria de Lourdes disse...

Linda Poesia. Vou compartilhar

M.H. R.M. disse...

Grata pelo comentário, amiga.
Ainda bem que gostou.
Beijo.

Maria disse...

Sempre lindos seus poemas! Realmente és um gênio! Um verdadeiro mago da poesia! Muito obrigada amiga pela oportunidade linda desta maravilhosa partilha! Boa tarde!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...